Back
Back
  • Adriano Rabelo mostra confiança para a segunda metade do campeonato.
    1

    Adriano Rabelo mostra confiança para a segunda metade do campeonato.

    Único representante do Nordeste, fala do seu atual momento na categoria e da sua relação com a equipe.

    Único representante do Nordeste, fala do seu atual momento na categoria e da sua relação com a equipe.

Único representante do Nordeste, fala do seu atual momento na categoria e da sua relação com a equipe.

Para quem acompanha de perto não somente a “Mercedes-Benz Challenge”, mas também as outras categorias do automobilismo brasileiro, deve estranhar o fato que nem todas as regiões do País recebem em seus autódromos provas válidas pelos certames nacionais. Tal fato resulta em uma situação bastante peculiar, que consiste em que muitos pilotos, principalmente das regiões norte e nordeste, busquem campeonatos e equipes radicadas nas regiões mais próximas das praças que acontecem tais eventos.

O piloto “Adriano Rabelo”, que disputa a Classe CLA 45 AMG Cup pela equipe “Cordova Motorsports” é um destes casos, radicado em Fortaleza-CE, integra uma equipe sediada em Pinhais na Grande Curitiba e participa de um campeonato brasileiro disputado nas regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste, entretanto, isso não impede que este piloto,  detentor de campeonatos regionais e passagens em outras categorias, esteja sempre entre os primeiros na classificação, desde que resolveu aceitar o desafio de integrar a “Mercedes-Benz Challenge” em 2014.

Justamente por este fato e também por tratar-se do único representante do Nordeste na categoria, conversamos um pouco com “Rabelo”, sobre o seu atual momento e a sua relação com a equipe, confira:

Atualmente você ocupa a terceira colocação no campeonato da Classe CLA 45 AMG Cup com 51 pontos; tal colocação está dentro das suas expectativas ou acredita que poderia ser melhor?

Acredito que com tudo que tem acontecido poderia ser melhor, pois em Guaporé fiz a pole e fui impedido de largar pois bati no Warm Up, já na última etapa em Campo Grande, liderava a prova, quando na última volta fui tocado, perdendo posições e terminando a prova em terceiro, não fossem estes fatores acredito que estaria liderando o campeonato, mas estamos em um processo de franca recuperação.

O seu ingresso na MBC foi através da equipe Cordova Motorsport, onde já está na quinta temporada seguida. Sabemos que no motorsport existe muita rotatividade a cada final de temporada, logo, quais são os fatores que contribuem para esta parceria duradoura?

Um dos principais fatores é a confiança que eu tenho na equipe, pois desde o meu primeiro contato com o “José Cordova”, senti essa confiança, aliada aos resultados conseguidos. Pois eu nunca havia participado de um Campeonato Brasileiro, e logo no primeiro ano subi ao pódio e consequentemente no segundo ano disputei o título da temporada, ficando com o “Vice-Campeonato”. Tudo isso graças a um carro muito competitivo que me foi dado, então não adianta de repente eu pensar em sair de uma equipe em que sou muito competitivo para ir para outra. Isso sem contar o vínculo de amizade estabelecido, que provavelmente fará que eu continue por muitos anos com eles.

Voltando a esse assunto, na última etapa em Campo Grande, você por pouco não venceu a prova, perdendo a liderança na última volta e consequentemente a segunda colocação, chegando em terceiro. Apesar deste fato, o senhor considera que o resultado final não foi de todo ruim?

Quando entramos na pista o pensamento é o de sempre ganhar, durante a prova eu sabia que o “Felipe Tozzo” estava bem na minha frente e comecei a me segurar para garantir a segunda colocação, mas com o acidente do “Tozzo” eu vi a possibilidade de uma vitória, que seria muito melhor, mas terminou não acontecendo. No fim acredito que para o campeonato foi bom, até porque o “Betão” não marcou pontos, e com a minha colocação acabei encostando nos demais. Mas no fundo ficou o gostinho de querer estar no lugar mais alto do pódio, que é sempre melhor.

Considerando o retrospecto seu e da equipe o que podemos esperar em Goiânia no próximo dia 26 de agosto.

Para etapa de Goiânia tanto eu como a equipe esperamos um bom resultado, pois todas as vezes em que corri lá subi ao pódio. Trata-se de uma pista que eu gosto muito, logo, os fãs da categoria podem esperar uma vontade imensa ganhar a prova e sair com a liderança do campeonato, esse é o nosso objetivo, para tanto estamos revisando de forma pesada o carro inteiro.

Fonte: Agência WT Press

Foto: Vanderley Soares

Rabelo Adriano Rabelo - Cordova Motorsports
Mercedes-Benz Banner

Sorry, es scheint so, als sei die Version deines Browser zu alt!

Bitte aktualisiere deinen Browser oder lade eine aktuelle Version der unten aufgelisteten Browser herunter.

Internet Explorer Internet Explorer Firefox Mozilla Firefox Opera Opera Browser Chrome Google Chrome